A correição ordinária no TRT-RN será totalmente telepresencial, devido ao novo coronavírus. — Foto: Reprodução

O corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Aloysio Corrêa da Veiga, inicia nesta segunda-feira (25), a correição ordinária no Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) que, neste ano, será totalmente telepresencial, devido à pandemia do novo coronavírus.

Durante toda a semana, o ministro Aloysio Veiga cumprirá uma agenda de reuniões, por meio da plataforma de videoconferências Cisco Webex Meeting, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Na segunda-feira pela manhã, ele se reunirá com a presidente e corregedora do TRT-RN, desembargadora Perpétuo Socorro Wanderley e com o vice presidente e ouvidor do tribunal, desembargador Eridson Medeiros.

No período da tarde, o corregedor se reunirá com todos os desembargadores do TRT-RN e na terça-feira, o ministro Aloysio Veiga conhecerá as experiências realizadas pelo Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputa (CEJUSC), de Natal e de Mossoró.

Na quarta-feira, o corregedor e sua equipe se reunirão com os dirigentes da Escola Judicial do TRT-RN e terão uma nova reunião com os dirigentes do tribunal, na quinta-feira.

Durante a correição, o ministro também conversará com servidores do TRT-RN, advogados (OAB, ANATRA) e representantes do Ministério Público do Trabalho.

Os trabalhos de correição ordinária do TRT-RN serão encerrados pelo ministro Aloysio Corrêa da Veiga com a leitura da ata de correição, durante sessão do pleno do TRT-RN, marcada para às 10h da sexta-feira. Em seguida, o Corregedor-geral da Justiça do Trabalho concederá entrevista coletiva.