CCJ conclui votação de cotas para negros, indígenas e quilombolas em concursos públicos

Por Agência Senado — A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) concluiu a votação de projeto de lei (PL 1958/2021), que reserva 30% das vagas em concursos públicos para pretos, pardos, indígenas e quilombolas. As Cotas serão reavaliadas em dez anos, segundo a proposta. Relator, Humberto Costa (PT-PE), defendeu a iniciativa, enquanto senadores como Flávio Bolsonaro (PL-RJ) disseram que critérios sociais, e não raciais, seriam mais justos.