Eudes Pereira foi preso em flagrante em Catolé do Rocha, no Sertão paraibano — Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Um homem identificado como Eudes Pereira foi preso suspeito de matar e atear fogo no corpo de um homem de 30 anos em Catolé do Rocha, no Sertão paraibano. Além de Eudes, Alan Lopes também foi preso suspeito da autoria do crime. As duas prisões aconteceram na terça-feira (7), em Catolé do Rocha na Paraíba.

Em depoimento, os autores alegaram que mataram o caicoense José Arimatéia da Silva por vingança, pois a vítima praticou abusos sexuais em Patu, no Rio Grande do Norte. A prisão de ambos suspeitos aconteceu durante uma operação conjunta com a Polícia Militar na região. Os dois permanecem presos na cadeia pública da cidade.

SERIDOENSE DE 30 ANOS É ASSASSINADO E TEM CORPO QUEIMADO NO SERTÃO DA PARAÍBA

De acordo com o delegado Sylvio Rabello, a vítima estava com diversas marcas de perfurações de faca. O investigador também informou que o suspeito, Alan Lopes, 22 anos, teria ido até Catolé do Rocha com Eudes Pereira para matar José Arimatéia.

Alan Lopes teria ido até Catolé do Rocha com outro suspeito para matar a vítima — Foto: Divulgação/Polícia Civil.