Deputado João Maia na presidência dos trabalhos da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara — Foto: Divulgação

Meio milhão de jovens inadimplentes, com uma dívida acumulada superior a R$ 20 bilhões. Problemas no acesso ao sistema, impedindo não apenas o ingresso de novos candidatos, mas também a renovação de matrícula dos estudantes que já fazem parte do programa. Essa é a situação atual do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), que levou os deputados da Comissão de Defesa do Consumidor (CDC) aprovarem nesta quarta-feira (24), Audiência Pública para discutir o assunto.

“Essa é uma questão que interessa diretamente a milhares de pessoas. Nossa comissão deve ajudar a construir uma solução não apenas para os estudantes que sofrem com problemas sistêmicos de acesso ao programa, mas também aos jovens formados que agora enfrentam a inadimplência”, ponderou o presidente da CDC, deputado federal João Maia e presidente da CDC.

O deputado Aureo Ribeiro, autor do Requerimento 17/2019, destacou que os problemas técnicos no sistema do Fies podem resultar até na perda do semestre para o aluno, já que muitas universidades os proibiram de assistirem às aulas ou até fazerem provas.

“Mesmo com a recente prorrogação do prazo para concluir a inscrição, os estudantes ainda reclamam de problemas para assinar contratos do FIES. A questão é urgente, pois o semestre letivo está em curso”, disse Aureo.