Motorista por aplicativo é preso por participação em roubo de relógios Rolex e joias em Natal

Um dos relógios Rolex que haviam sido roubados e foram recuperados pela polícia — Foto: Divulgação
Um dos relógios Rolex que haviam sido roubados e foram recuperados pela polícia — Foto: Divulgação

Por g1 RN — Um motorista por aplicativo de 25 anos de idade foi preso nesta segunda-feira (10) em Natal suspeito de participar de um roubo a uma casa no bairro Ponta Negra, na Zona Sul da cidade. No crime, foram levados relógios Rolex e outras joias, que foram avaliados em quase R$ 1 milhão, segundo a Polícia Civil.

O roubo ocorreu no dia 18 de maio deste ano. De acordo com a Polícia Civil, o motorista por aplicativo deu apoio aos criminosos que invadiram a residência dirigindo para eles no dia no crime – papel conhecido como “cavalo”.

📳Participe do canal do g1 RN no WhatsApp

A prisão foi efetuada por policiais Civis da Delegacia Especializada de Furtos e Roubos (DEFUR/Natal) na 3ª fase da “Operação Perpétuos”.

Oito mandados de busca e apreensão também foram feitos – nos bairros Igapó, Rocas, Passo da Pátria e Gramorezinho.

Na 1ª fase da operação, dois dias após o crime, a polícia prendeu em flagrante um suspeito pelo crime de receptação, sendo apreendidos quatro relógios Rolex e outros produtos roubados.

Já a 2ª fase se deu quando a polícia recapturou os dois foragidos da Penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madruga, que haviam fugido no dia 30 de abril.

Segundo a polícia, Gustavo Rocha e Ricardo Campelo foram responsáveis por ceder a arma utilizada no crime. Eles vão responder também pelo crime de posse irregular de arma de fogo.

A Polícia Civil informou que continua com as investigações para identificar mais integrantes dessa associação criminosa. Em caso de informações, elas podem ser enviadas de forma anônima pelo Disque Denúncia 181.