Astronauta da Apollo 8 morre em acidente de avião

Lote 210, Primeira fotografia do planeta Terra tirada por humanos pelo tripulante da Apollo 8 William Anders
© CHRISTIE'S/WILLIAM ANDERS

Por Agência Brasil — O astronauta aposentado William Anders, um dos três primeiros humanos a orbitar a Lua, que capturou a foto “Earthrise” durante a missão Apollo 8 da Nasa, morreu na sexta-feira (7) quando o pequeno avião que ele pilotava caiu no estado de Washington, informou a mídia local.

Anders, de 90 anos, era a única pessoa a bordo da aeronave quando ela caiu na costa da Ilha Jones, parte do arquipélago das Ilhas San Juan, entre Washington e a Ilha de Vancouver, na Colúmbia Britânica, informou o The Seattle Times, citando seu filho, Greg.

De acordo com a emissora de televisão KCPQ-TV, afiliada da Fox em Tacoma, Anders, morador do condado de San Juan, estava no controle de um monomotor T-34 Mentor antigo da Força Aérea, de sua propriedade.

As imagens de vídeo exibidas pela KCPQ mostraram um avião caindo dos céus em um mergulho íngreme antes de se chocar contra a água em alto-mar.

O Gabinete do Xerife do Condado de San Juan não respondeu imediatamente a um pedido de confirmação do acidente feito pela Reuters.

Formado pela Academia Naval dos EUA e piloto da Força Aérea, Anders ingressou na Nasa em 1963 como membro do terceiro grupo de astronautas. Ele só foi ao espaço em 21 de dezembro de 1968, quando a Apollo 8 decolou na primeira missão tripulada a deixar a órbita da Terra e viajar 386.000 km (240.000 milhas) até a Lua.

Anders era o “novato” na tripulação, ao lado de Frank Borman, o comandante da missão, e James Lovell, que havia voado com Borman na Gemini 7 em 1965 e mais tarde comandou a malfadada Apollo 13.

A Apollo 8, originalmente programada para 1969, foi adiada devido à preocupação de que os russos estivessem acelerando seus próprios planos para uma viagem ao redor da Lua até o final de 1968. Isso deu à tripulação apenas alguns meses para treinar para a missão histórica, mas altamente arriscada.

Durante o voo, Anders capturou o que se tornou uma das fotografias mais icônicas da história, uma imagem da Terra surgindo no horizonte lunar.