Força Nacional amplia atuação para garantir segurança em abrigos no RS

CHUVAS NO RS - ABRIGOS - Porto Alegre, RS, Brasil - 09/05/2024 - Abrigo de acolhimento das famílias da enchente do Guaíba no Centro Vida. Local: Centro Vida, Av. Baltazar de Oliveira Garcia - Costa E Silva. Fotos: Pedro Piegas/PMPA
© Pedro Piegas/PMPA

Por Agência Brasil — A Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) expandiu as operações no Rio Grande do Sul para garantir a segurança dos abrigos que recebem os atingidos pelas enchentes. Por determinação do ministro da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Ricardo Lewandowski, além de ações de resgate, agentes do efetivo prestarão apoio ao policiamento ostensivo no estado. O efetivo da corporação no local chegará a 300 até a próxima semana.

A Força Nacional está colaborando com o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul em operações de salvamento nas cidades de São Leopoldo e Canoas. Os agentes também oferecem apoio ao policiamento ostensivo em diversas localidades, como Porto Alegre e Nova Santa Rita.

De acordo com o MJSP, neste momento, as operações estão focadas no patrulhamento e salvamento embarcados, reconhecimento terrestre, apoio à Brigada Militar (Polícia Militar gaúcha) e ao Corpo de Bombeiros, e também incluem abordagens terrestres e aquáticas para resgate de pessoas e animais ilhados.

Além da Força Nacional, considerando a presença de Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Força Penal Federal (FPF), o MJSP encaminhou mais de mil servidores para atuação no Rio Grande do Sul.

Os agentes federais atuam nas áreas atingidas pelas enchentes com o suporte de cinco helicópteros, 21 embarcações de resgate e 18 botes de resgate. Também estão sendo utilizados na força-tarefa federal 11 jet skis e mais de 200 viaturas (entre viaturas comuns, viaturas-reboque, caminhonetes especiais, caminhões e ônibus).