Veron que foi titular nas duas últimas partidas — Foto: Reprodução

Com informações do R7, editada pelo Portal 96 — Após uma semana cheia de baixas, com punição salarial por ser flagrado numa noitada, a joia potiguar Gabriel Veron voltou a brilhar para a imprensa nacional ao ser o destaque e autor do gol da vitória do Palmeiras por 1 a 0 sobre o Cuiabá. A vitória não só garantiu mais três pontos para o clube paulista, mas também a liderança do Brasileirão.

“Tenho que ter cuidado ao falar do Veron. Na última vez, dois ou três jornalistas mal intencionados levaram para outro lado. Quando eu falo, falo de futebol. A liberdade de imprensa é fundamental para a democracia, mas tem limites. Falta de respeito e ofensa é limite. Falei do Veron e do jogador brasileiro, não generalizei. Não me metam em jogos políticos ou em problemas da sociedade. Se tivesse feito o que muitos falaram… Poderia ter crucificado o Veron, mas ele não teria feito o gol de hoje. É minha forma de lidar. A educação dos meus pais me permitiu ser assim, acreditar”, disse o técnico português Abel Ferreira, na coletiva pós-jogo.

Veron que foi titular nas duas últimas partidas, havia se ferido há uma semana, em um acidente doméstico e precisou levar 11 pontos no pé. Depois, já recuperado, acabou sendo gravado ingerindo bebida alcóolica na balada, durante a preparação para o jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o São Paulo. Mesmo assim, foi titular no Choque-Rei.

Mas houve consequências para o atacante palmeirense. Primeiramente, a diretoria o puniu em 40% do salário e o mesmo pediu desculpas a todos líderes do elenco. Além disso, acabou sendo o pivô de uma reunião entre Abel Ferreira e todos os jovens do clube, incluindo atletas do sub-20 na Academia de Futebol.

“Eu já disse várias vezes, o Brasil carece muito da formação do homem. Começa no colégio e na formação em casa. Temos de educar o homem, e estou aqui para ajudar, com o diretor desportivo, a psicóloga, a estrutura do clube. Um moleque de 19 anos precisa escolher muito bem os amigos que o rodeiam”, falou o treinador no dia 14 de julho, após o revés para o Tricolor Paulista.

Gabriel Veron tem sido constantemente assediado pelo mercado europeu. O Manchester United, da Inglaterra, já sondou o Verdão sobre o valores, mas não fez nenhuma proposta oficial. Enquanto o Porto, de Portugal, já acenou com uma possibilidade financeira, mas o Palmeiras já informou que não vende por menos de € 15 milhões (R$ 82,6 milhões) e que quer percentuais em uma futura negociação.