Resgate aconteceu após sete horas e foi necessário o auxílio de um helicóptero. — Foto: foto cedida

Um homem ficou preso em uma fiação de média tensão nesta quinta-feira (12) após realizar um voo de parapente na zona rural de Cruzeta, na região Seridó do Rio Grande do Norte.

Por ser um local de difícil acesso e muito alto, a corporação pediu auxílio da aeronáutica e um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB) foi enviado de Recife.

O homem foi resgatado por volta das 13h20, mais de sete horas após iniciar o voo de parapente. Ele estava consciente, estável, mas reclamava de muita sede e fome.

O Corpo de Bombeiros estima que ele estivesse a uma altura de 100 metros. A região é conhecida como Serra da Formiga.

Os socorristas precisaram se pendurar em uma corda, conectada ao helicóptero, mas tiveram dificuldades para chegar até o parapentista.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Caicó, o homem começou o voo no início da manhã, por volta das 6h. Ele teria enfrentado uma ventania, que o tirou da rota inicial e o arremessou contra a fiação.

O parapente, então, teve as cordas enroladas nos fios e o homem ficou pendurado. O Corpo de Bombeiros foi acionado, encontrou o homem, mas não conseguiu chegar até ele devido à altura. Por isso, solicitou um apoio aéreo. A rede elétrica do trecho foi desligada, segundo informou a Companhia Energética do RN (Cosern).

Após o resgate, o parapentista foi colocado em solo e socorrido em uma viatura do Corpo de Bombeiros que seguiu com destino ao município de Caicó. Ele foi levado para um hospital da cidade para atendimento, mas estava consciente e estável.

Homem ficou pendurado em fiação no interior do RN — Foto: Cedida
Local é alto e isso tem dificultado ação do Corpo de Bombeiros — Foto: Cedida
Corpo de Bombeiros e Samu se deslocaram para o trecho — Foto: Divulgação

> Ler notícias nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e YouTube.
Entre em contato pelo WhatsApp: (84) 99656-9335.