Obras serão adquiridas por R$ 20 mil cada (valor bruto). — Foto: Brunno Martins

Estão abertas as inscrições para o Edital Nacional “Estado de Luta”, que visa a aquisição de oito (08) obras de arte que farão parte da sala homônima do Complexo Cultural Rampa, equipamento cultural do Estado do Rio Grande do Norte, que tem previsão de inauguração para o segundo semestre deste ano na capital potiguar.

Podem se inscrever, até o dia 30 de maio, pessoas físicas com mais de 18 anos ou emancipadas, pessoas jurídicas e entidades de natureza privada com sede no Brasil e coletivos de criação, sendo aceitas obras produzidas através de todas as mídias e suportes – como esculturas, instalações, objetos, fotografias, vídeos, multimídias, pinturas e performances -, entre outras.

Do total das obras selecionadas, adquiridas pelo valor de R$ 20 mil cada (valor bruto), no mínimo três devem ser de artistas norte-rio-grandenses ou residentes no Estado há pelo menos dois anos, e as de âmbito nacional de autoria de pessoas brasileiras ou que possuam Registro Nacional de Estrangeiros com residência no país nos últimos dois anos.

O diferencial do edital é que, para oportunizar acesso plural, as inscrições podem ser realizadas por meios não escritos, sendo aceitas também propostas em áudio ou vídeo. As obras deverão refletir o conceito museológico estabelecido para a sala do Complexo Cultural Rampa — “Estado de Luta” —, que se propõe, como um lugar de memória, a promover a conexão entre a natureza, a paisagem e o território para estimular a reflexão sobre as possibilidades de luta como um processo compositivo, regenerativo e de aproximação com a diversidade humana.

As obras selecionadas serão adquiridas pelo Espaço Cultural Casa da Ribeira, por força do Acordo de Cooperação celebrado com o Estado do Rio Grande do Norte, bem como por intermédio da Lei Câmara Cascudo (Lei nº 7.799/1999) mantida pela Fundação José Augusto, passando a compor o acervo patrimonial do Estado.

O edital completo e formulário de inscrições podem ser acessados através do site www.rampacultura.com.br/editalestadodeluta.

Complexo Cultural Rampa

Com uma área de 11 mil m², que inclui dois espaços de exposição, salas educativas, café e restaurante, recepção, bilheteria, área externa de eventos para 3 mil pessoas, estacionamento e a calçada Potengi, espaço com visão privilegiada do rio, o Complexo Cultural Rampa traz uma proposta pioneira ao propor a discussão da paisagem, da regeneração e do sonho a partir de um lugar de memória.

Instalado em uma das edificações mais representativas do Natal (RN), construída nas primeiras décadas do século XX e que funcionou como terminal de hidroaviões e base militar durante a Segunda Guerra Mundial, o espaço promete incrementar o turismo local mediante estudos preliminares que indicam que sua ativação, integrada com outros roteiros turísticos, pode aumentar em um dia o tempo de permanência de turistas na capital potiguar.

O Complexo prevê a instalação de obras de grande escala, a aquisição de obras e projetos a partir de edital público, exposição de longa duração inédita e apresentação de obras de arte comissionadas feitas sob encomenda, além do acervo museológico digital. Ao todo, 23 artistas brasileiros estarão presentes no Complexo com obras inéditas sendo, pelo menos, nove artistas locais.

Dúvidas sobre o edital:

Suporte pelo WhatsApp: (84) 99191.9680

Edital completo e mais informações:

www.rampacultura.com.br/editalestadodeluta

Instagram: @rampa.cultura