Deputado externou sua alegria pelo reconhecimento, como 2º Geoparque Mundial da UNESCO no Brasil. — Foto: João Gilberto

Na Sessão Plenária desta quarta-feira (13), na Assembleia Legislativa, o deputado Vivaldo Costa (PV) se pronunciou a respeito de temas da área do Meio Ambiente, Turismo e Saúde. Primeiro, ele externou sua alegria pelo reconhecimento, na data de hoje, do Geoparque Seridó como 2º Geoparque Mundial da UNESCO no Brasil. Depois, pediu urgência na implementação, por parte do Governo do Estado, do projeto “A Vida Fala Mais Alto”, que tem por finalidade combater e prevenir o suicídio.

“Como seridoense, estou muito feliz pelo reconhecimento da UNESCO com relação ao Geoparque do Seridó. A região é composta por 25 municípios, com as mesmas características físicas, as mesmas famílias, ou seja, é uma região homogênea. E nós entendemos que foi muito importante essa aprovação pela UNESCO, onde 6 municípios foram contemplados: Acari, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Lagoa nova, Currais Novos e Parelhas. Foi uma luta de toda classe política do Seridó, portanto, temos que comemorar, mas sem esquecer que a batalha não terminou. Nós ainda precisamos lutar para que os outros municípios participem também do Geoparque”, destacou o parlamentar.

Outro assunto tratado por Vivaldo foi a possibilidade de implementação, pelo Governo do Estado, do projeto “A Vida Fala Mais Alto”, que objetiva promover ações de prevenção ao suicídio, através das Unidades Básicas de Saúde (UBS).

“Eu também gostaria de pedir prioridade ao governo estadual para a implantação do projeto ‘A Vida Fala Mais Alto’, que dará oportunidade aos municípios de terem um serviço de enfrentamento e prevenção contra o suicídio. O programa vai orientar a população quanto a ter uma boa saúde, tanto física quanto mental. A parte mais importante da Medicina é a preventiva, e esse projeto é baseado numa experiência positiva de São José do Seridó e praticamente não deu despesas para a cidade, já que aproveitou toda a estrutura da Unidade Básica de Saúde. Então, o meu apelo final é pedir à governadora e ao secretário de saúde urgência na implantação desse programa em todas as UBS do Rio Grande do Norte”, finalizou.

> Ler notícias nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e YouTube.
Entre em contato pelo WhatsApp: (84) 99656-9335.