Decreto deve ser publicado ainda nesta quarta-feira (6) em Diário Oficial Extra. — Foto: Evelen Gouvêa

Por g1 RN — O governado do Rio Grande do Norte anunciou a desobrigação do uso de máscaras em locais abertos e fechados do estado a partir desta quarta-feira (6).

Segundo o poder Executivo, a flexibilização atendeu uma recomendação do comitê científico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP) que discutiu o assunto em uma reunião na noite de terça-feira (5).

De acordo com os especialistas, o quadro epidemiológico e assistencial da pandemia da Covid-19 aponta para um baixo patamar de casos, óbitos e internações no estado.

Um novo decreto deve ser publicado na edição extra do Diário Oficial do RN (DOE-RN) desta quarta-feira (6), suspendendo o decreto que estava em vigor.

O novo decreto ainda contará com orientação do uso contínuo de máscara para as pessoas que estejam com sintomas gripais e grupos mais vulneráveis à Covid-19, como idosos e imunossuprimidos.

Até a última atualização desta matéria, o novo decreto ainda não tinha sido publicado no Diário Oficial Extra.

“Vai continuar sendo exigido o passaporte vacinal, isso não vai ser retirado, porque nós precisamos avançar. O índice de 82% da população com a segunda dose é bom, mas precisa melhorar”, afirmou o secretário de Saúde do RN, Cipriano Maia.

Na última quinta-feira (31), a governadora Fátima Bezerra (PT) já havia afirmado, durante evento do próprio governo, que iria desobrigar uso de máscara em locais fechados ‘em breve’.

O uso de máscaras era obrigatório no Rio Grande do Norte desde maio de 2020, após o início da pandemia da Covid-19.

No dia 15 de março o governo flexibilizou o uso de máscaras em locais abertos, mas manteve a obrigatoriedade em locais fechados.

Cidades potiguares como Natal e Parnamirim já haviam publicado decretos próprios tornando o uso de máscaras optativo em todos os ambientes.