A reunião entre o CREMERN e o secretário de Segurança Pública, aconteceu no Centro Administrativo. — Foto: Divulgação

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN e a Secretaria de Segurança Pública estiveram reunidas para traçar uma ação de enfrentamento dos crimes de exercício ilegal da medicina no Estado. A reunião entre membros da diretoria do CREMERN e o secretário estadual de segurança pública, Cel. Araújo, aconteceu na última quarta-feira (30), na sede da SSP, no Centro Administrativo.

Durante a reunião ficou entendido que se trata de um tema muito complexo e requer resposta enérgica e rigorosa, onde os casos deverão ser responsabilizados, além dos próprios falsários, os gestores e diretores dos serviços de assistência médica que contratam profissionais sem a devida comprovação da sua legalização profissional.

O departamento de fiscalização do CREMERN recebeu, só este ano, seis denúncias e apurou casos de falsos médicos atuando nos municípios de Taipu, Poço Branco, Ielmo Marinho, Santana do Matos, Lajes e Tibau do Sul.

“O departamento de fiscalização do CREMERN constata frequentemente que as situações são reais e crescentes”, disse o presidente do CREMERN, Marcos Jácome.

Para o secretário Cel. Araújo todos os esforços serão realizados no sentido de coibir a prática deste crime no território potiguar. O Conselho vai enviar para a Secretaria de Segurança documento discorrendo sobre as constatações averiguadas nos últimos meses pelo departamento de fiscalização do Conselho.

A reunião aconteceu com as presenças do Secretário Cel. Araújo, do presidente do CREMERN, Marcos Jácome, dos conselheiros Neuman Macedo e Francisco Braga (diretor do Defis), e do assessor jurídico Tales Barbalho.

> Ler notícias nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e YouTube.
Entre em contato pelo WhatsApp: (84) 99656-9335.