Esse tipo de armamento é de difícil detecção por sistemas de defesa. — Foto: Russian Defence MinistryTASS via Getty Images

A Rússia afirmou, neste sábado (19/3), ter lançado mísseis hipersônicos Kinjal na Ucrânia, com a intenção de destruir um depósito de armas na cidade de Ivano-Frankivsk, localizada no oeste do país.

Esse tipo de armamento é de difícil detecção por sistemas de defesa antimísseis e, segundo militares russos, pode atingir alvos a uma distância de mais de 2 mil km.

Esta teria sido a primeira vez que os russos usam armas desse tipo desde o início do conflito, segundo a agência de notícias Interfax.

Igor Konashenkov, porta-voz do Ministério da Defesa russo, disse que o depósito atingido na sexta-feira (18/3) abrigava mísseis ucranianos, informação que não pôde ser confirmada. Konashenkov também alegou que forças russas destruíram rádios militares e centros de reconhecimento ucranianos perto da cidade portuária de Odessa.

Metrópoles