Genivaldo Leite, ex-presidente da Câmara de Condado, é assassinado a tiros. — Foto: Arquivo pessoal

Por g1 PB — O ex-presidente da Câmara de Condado, Givaldo Leite, mais conhecido por Neguinho de Genival, foi assassinado na noite desta sexta-feira (3), no distrito de Santa Maria Gorete, em Mãe d’Água, Região Metropolitana de Patos. De acordo com o delegado Yuri Givago, o crime aconteceu por volta das 20h30, na propriedade rural de Neguinho, na Vila Capoeira.

Neguinho estava do lado de fora de sua residência, quando foi surpreendido por dois homens, que já chegaram atirando contra ele. A mulher de Neguinho, que estava na parte interna da casa, correu ao ouvir os disparos, mas já encontrou o marido morto, na frente da propriedade.

Ainda conforme o delegado, a polícia foi acionada através de uma guarnição de Mãe D’água e a guarnição nômade, que ao chegarem no local constataram que se tratava de um homicídio. O delegado, no entanto, ainda não pode dar detalhes do caso. “É um caso rumoroso. A delegacia de homicídios e entorpecentes de Patos está apurando todas as hipóteses possíveis. Não podemos adiantar as nossas linhas investigativas”, explicou.

Luto

A vítima foi presidente da Câmara de Vereadores de Condado-PB e era pai do advogado Héber Tiburtino, candidato a prefeito de Patos nas últimas eleições municipais.

Em decorrência da morte de Neguinho, o prefeito de Condado, no Sertão do estado, Marcelo Bezerra de Sá, decretou luto de três dias na cidade. Com isso, foram adiados o evento de Formatura do ABC e o jogo entre Genipapo x Fazenda Pai Eterno, pelo campeonato municipal, que seriam realizados neste sábado (4).