Cortando gastos para enfrentar uma grave crise há cerca de três anos, a emissora tem feito uma reestruturação — Foto: Divulgação

Por Metrópoles — Os cortes intensos de pessoas continuam na Globo e devem fazer mais vítimas nas próximas semanas. Cortando gastos para enfrentar uma grave crise há cerca de três anos, a emissora carioca deve cortar mais de 150 profissionais ligados ao jornalismo.

A informação é do colunista Gabriel Perline, do portal IG, que afirma que o canal tem uma tática para evitar que o sindicato entre na história.

Agora, as demissões estão sendo feitas aos poucos, evitando passar a impressão de passaralho.