Eles conversaram sobre as lutas no Congresso Nacional pelo piso salarial e carga horária de trabalho. — Foto: Divulgação

O deputado estadual Ubaldo Fernandes (PL) e o vereador Herberth Sena (PL) se reuniram, na manhã desta terça-feira (28), com representantes da enfermagem. Na ocasião, ouviram as demandas da categoria e colocaram seus mandatos à disposição para somar nas lutas em defesa da profissão. Os representantes públicos estiveram com o presidente do Sindicato dos Enfermeiros do RN (SINDERN), Luciano Cavalcanti, e as diretoras da entidade, Andrea e Suzeny, além da vice-presidente da Associação Brasileira de Enfermagem, secção Rio Grande do Norte (ABEn/RN), Neyse Mendes.

Na ocasião, falaram sobre suas demandas, como os desafios no enfrentamento da covid-19, além de lutas no Congresso Nacional pelo piso salarial e carga horária de trabalho, entre outros assuntos. “Foi um encontro muito positivo, onde pudemos saber, com mais detalhes, as necessidades dessa categoria, que é a maior força de trabalho na área da saúde e tão fundamental no enfrentamento da pandemia. Ouvimos, por exemplo, do presidente do Sindern sobre situações lamentáveis, como termos tido o maior índice de profissionais da enfermagem mortos em consequência do coronavírus de todo o mundo e sua preocupação com a incógnita sobre nosso presente e futuro diante da nova variante do vírus”, observa o Deputado.

A representante da ABEn/RN, por sua vez, destacou sua preocupação com desmonte da rede pública de saúde em todos os níveis (federal, estadual e municipal), com a desestruturação educacional e redução de recursos pro SUS, que deixa de ser formador profissional. Ubaldo ressaltou, ainda, sobre uma Comenda que criou, na Assembleia legislativa, para profissionais e instituições que tiveram relevante trabalho na pandemia e possíveis eventos de valorização profissional, além de debaterem sobre sugestões para fortalecer as práticas integrativas no estado e outros. “Foi uma reunião propositiva para entrarmos em consonância com os anseios e necessidades dessa categoria tão relevante, em que recebemos sugestões importantes que trabalharemos nos nossos mandatos”, disse Herberth.

Eles conversaram sobre as lutas no Congresso Nacional pelo piso salarial e carga horária de trabalho. — Foto: Divulgação