Vinte estabelecimentos foram alvos da Operação Sucata, 13 no interior e 7 na Grande Natal. — Foto: Polícia Civil do RN

Uma operação conjunta da Polícia Civil com a Secretaria de Tributação, realizada em 11 cidades do Rio Grande do Norte, resultou em três sucatas autuadas por irregularidades nas compras de materiais em em Mossoró, Macau e Guamaré.

A ação aconteceu na manhã desta quarta-feira (22) e, somente no interior do RN, focou em 13 alvos. Já na região metropolitana da capital, sete sucatas foram fiscalizadas: quatro em Natal, uma em Parnamirim, uma em Macaíba e uma em São Gonçalo do Amarante.

Em uma das sucatas, foi apreendido material com suspeita de origem ilícita e encaminhado para a delegacia. Ninguém foi preso.

As diligências aconteceram nos municípios de Natal, Mossoró, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Areia Branca, Assu, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau e Guamaré.

A Operação Sucata resultou em oito apreensões, R$ 152.680 em mercadorias apreendidas e R$ 50.384 em multas e impostos. O valor será recolhidos pela Secretaria Estadual de Tributação (SET).

A ação, de acordo com a Polícia Civil, vai contribuir para a investigação da atividade específica de vendas de peças e veículos.

A Operação foi deflagrada por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV) e das Diretorias de Polícia Civil da Grande Natal (DPGRAN) e do Interior (DPCIN), com apoio do Corpo de Bombeiros e da Secretaria Estadual de Tributação. Também participaram representantes da Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), da Petrobras e de operadoras do sistema telefônico.