O novo partido atuará como uma agremiação partidária de centro. — Foto: Divulgação

Está definitivamente acertado de que o Democratas (DEM) e o Partido Social Liberal (PSL) estarão se fundindo numa nova sigla partidária no Brasil; aqui no Rio Grande do Norte, o novo partido será liderado pelo ex-senador José Agripino Maia.

Em entrevista ao Agora RN, o ex-senador falou da real possibilidade da fusão das duas siglas com a expectativa de que o novo partido, que ainda terá a sua denominação definida entre os seus futuros partidários, atuará como uma agremiação partidária de centro e antecipou que na próxima terça-feira, 21, haverá uma reunião da Executiva para avaliar o processo de fusão e marcar uma nova Convenção Nacional, se for o caso, ainda para este mês de setembro.

“Agora, a fusão é um processo que está em curso em ampla perspectiva de aprovação, mas os fatos jurídicos não foram ainda pronunciados ou praticados. Se você me perguntar: na sua opinião, vai haver fusão? Eu diria que sim!”, disse o ex-senador.

Com informações do Agora RN