Consultora de marketing digital deixou o reality show após receber 76,76% dos votos. — Foto: Reprodução/TV Globo

Por G1 — Na manhã desta quarta-feira (31), Sarah participou do “Mais Você” e falou sobre sua saída do “BBB21”. A consultora de marketing digital deixou o reality show após receber 76,76% dos votos em um paredão contra Rodolffo e Juliette.

O nono paredão do “BBB21” entrou para a história do reality show. Com mais de 654 milhões de votos, ele se tornou o segundo com mais votos de todas as edições do Big Brother Brasil, ficando atrás apenas da berlinda entre Felipe Prior, Manu Gavassi e Mari Gonzalez no “BBB20”.

Ana Maria iniciou a conversa perguntando se Sarah considerava que tinha perdido um pênalti, citando a fala de Tiago Leifert na eliminação.

“Olha, tudo o que pensei ali, que vinha a minha mente, era realmente o que eu estava sentindo. Tentei ser fiel a meus sentimentos. Infelizmente julguei e desconfiei da pessoa errada. Por motivos que estava criando e fantasiando na minha cabeça. E hoje vejo isso”, afirmou Sarah, citando os atritos com Juliette nas últimas semanas.

“A gente era um grupo muito unido, mas se eu não tivesse feito o que fiz, não estaria sendo verdadeira. Errei, mas foi tentando acertar.”

A ex-BBB não segurou as lágrimas ao ver a reação de Gil com sua saída.

“Só queria abraçar esse menino e falar: ‘calma, que a culpa foi minha’. A única pessoa culpada foi eu. Esse menino é de ouro.”

Sarah ainda falou sobre a briga com Rodolffo após ser indicada pelo cantor sertanejo ao paredão. “Durante o jogo, sempre percebi que ele não estava tanto comigo como estava com ele”, afirmou a ex-BBB, revelando ainda que seu maior choque foi com o voto de Caio.

“Foi um negócio que assim, senhor. Tinha como os outros votos irem pra Pocah, mesmo que fosse pra defender o Rodolffo. Não precisava ter ido em mim.”

Ela voltou a se emocionar ao rever sua conversa com Rodolffo após as indicações ao paredão.

“Quando estou magoada, vou falando sem pensar. Eu achava delicado… a gente sabe que tudo é gravado, mas a gente não quer voltar aos assuntos. Naquele momento, eu estava com muito medo dele sair. Eu tinha certeza que ele ia sair.”

“Só fui conversar por educação. Sabia que a gente não ia resolver, porque estava muito magoada. Quando estou com raiva, jogo palavras fortes, eu sei. Não podia ser boba de estar no paredão e falar coisas que virassem pra mim.”

Ao final do programa, ainda disparou: “Neste momento, estou com rancor, não quero falar nem olhar na cara dele. Quem sabe daqui um mês passe.”