A aglomeração terminou quando a Polícia Civil fechou a casa de jogos ilegais. — Foto: Divulgação/Polícia SP

Por LANCE! — O atacante do Flamengo Gabigol foi flagrado, na madrugada deste domingo, em um cassino clandestino na Vila Olímpia, Zona Sul de São Paulo e conduzido à Delegacia de Crime contra a Saúde Pública. Além do atleta, que está de férias, mais de 200 pessoas foram encontradas no local, entre elas o cantor MC Gui. A aglomeração terminou quando a Polícia Civil fechou a casa de jogos ilegais.

Gabigol, que se reapresentará ao Flamengo nesta segunda-feira para o retorno do elenco principal, e todos os outros cidadãos presentes no local foram levados pelos agentes do estado e assinaram um termo se comprometendo a prestar depoimento futuramente. O atleta também foi liberado. Artilheiro do Rubro-Negro, Gabi já havia compartilhado algumas fotos no Instagram com amigos em São Paulo.

Além disso, a operação inicialmente era para combater festas clandestinas em São Paulo, não o estouro de um salão de jogos ilegais. Por isso, o atacante primeiramente será chamado para explicar sobre a aglomeração. A jogatina de “partidas de azar” é proibida no Brasil desde 1946. Segundo o ge.globo. Gabigol estava escondido debaixo de uma das mesas do cassino quando foi encontrado pela polícia.

Delegado da polícia e supervisor do GARRA (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos), Eduardo Brotero contou como os agentes ficaram sabendo da aglomeração. Uma força-tarefa de São Paulo, reunindo Polícia Civil, Polícia Militar, Procon, Corpo de Bombeiros, vigilância sanitária e outros órgãos como a Guarda Civil Metropolitana, foi informada de uma festa clandestina.

– Ao chegarmos no local, para a nossa surpresa, não se tratava de uma festa clandestina, e sim de um cassino clandestino. Na verdade bastante grande. Com diversas pessoas aglomeradas, se expondo ao contágio novamente – contou ele.

– Foram conduzidos ,na verdade qualificados, por conta da pandemia já para prestar esclarecimento aqui na delegacia, e os funcionários e o responsável pelo local também devem responder por crime contra a saúde pública, jogo de azar e contravenção. Os demais serão ouvidos posteriormente porque senão a gente causaria outra aglomeração aqui – finalizou Brotero.

Até o momento, nem o Flamengo nem o jogador se manifestaram sobre o assunto. As medidas foram tomadas pelo governador de São Paulo João Dória (PSDB) e visa diminuir os índices de contágio da Covid-19. Ao todo, mais de 277 mil pessoas morreram em decorrência da doença no Brasil, somando cerca de 2,195 milhões de contaminados na região paulista.