Acidente vitimou uma mulher de 56 anos de idade em Maxaranguape, no litoral do RN — Foto: PRF

Por G1 RN — A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um motorista de 47 anos de idade que dirigia sob efeito de álcool e se envolveu em um acidente que terminou com a morte de uma mulher de 56 anos no município de Maxaranguape, litoral Norte do RN.

Além dele, outros três motoristas – todos também homens – foram detidos por embriaguez ao volante pelos policiais rodoviários federais neste fim de semana no estado.

O acidente com vítima fatal aconteceu no domingo (24), às 16h10, em Maxaranguape. O homem de 47 anos conduzia um Siena sem sequer possuir carteira de habilitação e ainda sob efeito de álcool. Ele bateu na lateral de outro veículo, onde estava uma mulher de 56 anos que foi atingida em cheio e morreu. O teste do bafômetro do motorista deu 0,34 mg/l.

A primeira prisão aconteceu ainda na noite de sexta-feira (22), às 18h10, no km 79 da BR-101, em São Gonçalo do Amarante. Um homem de 58 anos que conduzia uma Spin sob efeito de álcool foi preso. O teste de etilômetro dele deu 0,95mg/l.

No mesmo dia, às 22h20, no município de Mossoró/RN, um homem de 40 anos foi preso por estar conduzindo um caminhão embriagado – o teste dele deu 1,11 mg/l. Os policiais foram ao encontro do motorista após denúncias de populares.

No domingo, mais uma ocorrência, essa por volta das 15h30, no Km 290 da BR-304, na altura de Macaíba. Uma equipe da PRF abordou o condutor de uma Strada de cor branca, um homem de 48 anos, que transitava invadindo a contramão da pista. O teste do bafômetro dele deu 1,01mg/l.

Colisão transversal culminou com a morte de uma mulher de 56 anos de idade em Maxaranguape — Foto: Divulgação/PRF

Segundo a PRF, desde o início da Operação Rodovida, que combate a embriaguez ao volante, já foram realizados 1.428 testes de etilômetro, lavrados 120 autos de infrações relacionados à alcoolemia e registrados 9 acidentes em que algum dos envolvidos havia ingerido álcool. A operação se estende até 21 de fevereiro.