Ao todo, a Anvisa aprovou o uso de 4,1 milhões de doses da CoronaVac. — Foto: Divulgação/Governo SP

O Instituto Butantan entregou no fim da tarde desta sexta-feira (22) mais 900 mil doses da vacina CoronaVac para a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo e para o Ministério da Saúde, após a liberação do uso emergencial das doses envasadas na sede do instituto pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo o Instituto Butantan, 200 mil doses foram levadas ao Centro de Distribuição e Logística da Secretaria da Saúde de São Paulo e 700 mil foram entregues ao governo federal na central de distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Ao todo, a Anvisa aprovou o uso de 4,1 milhões de doses da CoronaVac. No entanto, as outras 3,2 milhões de doses envasadas, rotuladas e embaladas no Butantan a partir de matéria-prima enviada da China serão liberadas e distribuídas após passarem por um processo de inspeção de controle de qualidade do instituto. O Butantan afirmou que ainda não há previsão da entrega das doses que serão inspecionadas.

A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo informou que as novas doses serão distribuídas aos municípios a partir da próxima semana, mas não soube dizer a data exata e nem detalhar a quantidade que cada cidade irá receber.

O G1 entrou em contato com o Ministério da Saúde obter detalhes da distribuição da vacina e aguarda um posicionamento.

Com informações do G1