Maria Cristina diz que nunca desconfiou da gestação e foi à unidade de saúde em busca de atendimento para uma dor na barriga — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Por Sílvio Túlio, G1 GO — Uma mulher de 37 anos vivenciou uma situação inusitada ao procurar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia. Com dores na barriga, Maria Cristina Rodrigues foi em busca de atendimento médico, mas acabou descobrindo – somente na hora do parto – que estava grávida. A bebê nasceu quando ela estava usando o banheiro do posto de saúde.

O caso aconteceu na quinta-feira (19). Mãe e filha, batizada de Ana Vitória, estão internadas, mas passam bem. A mulher, que em nenhum momento desconfiou da gestação, levou um susto com a situação.

“Achei que ia sair qualquer coisa, menos uma menina. Eu me assustei. Meu menino correu e chamou a enfermeira para pegá-la. Eu não esperava”, disse.

“Graças a Deus, não aconteceu nada, estou tomando os remédios. É um presente de Deus”, completa, chorando.

Como não sabia da gravidez, ela não fez o enxoval. Além disso, Maria Cristina está desempregada. Por isto, pede ajuda para comprar fraldas, berço, entre outras coisas.

“Não tem enxoval nem nada. Só que ela já ganhou uma banheira, um carrinho e as fotos. As outras coisas, ela não tem”, relata.

Especialistas afirmam que descobrir a gravidez no momento do parto é mais comum do que se parece. De acordo com o ginecologista e obstetra Rogério Cândido Rocha, cerca de 20% das mulheres grávidas não sentem sintoma algum, principalmente, as que estão obesas.

“É mais comum acontecer entre as mulheres obesas. É bom relembrar que os primeiros movimentos fetais entre as mulheres gestantes são percebidos entre 17 e 22 semanas. São movimentos muito sutis e muito leves”, destaca.