A última vez que o Programa do Ratinho teve plateia foi em meados de maio — Foto: © Divulgação / SBT

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A edição desta segunda-feira (19) do Programa do Ratinho (SBT) contará com uma pequena plateia após meses de pandemia. De acordo com a emissora, serão 30 pessoas para assistir ao quadro “Dez ou Mil”.

A emissora alerta que todas elas serão testadas para Covid-19 para que o ambiente fique totalmente dentro das normas e dos protocolos pedidos pelos órgãos de saúde competentes.

A última vez que o Programa do Ratinho teve plateia foi em meados de maio. Desde então houve grandes mudanças na programação e no jeito de levar o programa ao ar com reprises.

Até então, a plateia era só virtual com televisões para destacar a reação dos telespectadores. Segundo o SBT, todos os dias haverá plateia de 30 pessoas e todos os mesmos procedimentos serão adotados. Ainda não há previsão para que as demais atrações recebam gente.

O SBT passa por uma forte crise financeira por conta da pandemia e pela aquisição da Copa Libertadores da América ao canal. Por conta disso, vem se desfazendo de boa parte de seus elencos tanto do jornalismo quanto da dramaturgia.

A mais recente perda foi Maisa Silva, 18, que deixa o SBT após 13 anos na emissora. De acordo com nota da assessoria de imprensa do canal, “a apresentadora comunicou sobre a não renovação de seu contrato, que vence em outubro”.

O SBT decidiu dispensar todo o elenco da segunda fase da novela “As Aventuras de Poliana”. Segundo a emissora, o canal tem o desejo de que todos sejam recontratados na volta das gravações da novela escrita por Iris Abravanel. Os contratos iriam até o final de outubro.

A grande quantidade de crianças no elenco poderia fazer com que as gravações fossem perigosas. Atores e atrizes já tinham passado por reformulações no visual para que aparentassem ter idade mais avançada na segunda fase. A ideia de Iris é que na segunda fase a história dê um salto no tempo e a adolescência dos personagens seja mostrada.

A jornalista Rachel Sheherazade, 47, revelou em vídeo que o SBT a informou via email que ela não precisaria mais ir até a emissora. A apresentadora teria contrato até o próximo dia 31 de outubro, mas sua última aparição acabou sendo ainda em setembro.

O jornalista Roberto Cabrini, 59, foi outro que deixou o SBT. A emissora não renovou seu contrato, que venceria em outubro. Cabrini permaneceu na emissora por 11 anos, onde apresentava o programa Conexão Repórter, nas noites de segunda-feira. Segundo o jornalista, a saída se deu em comum acordo.

Os cortes também atingem as equipes atrás das câmeras. O F5 apurou que boa parte das equipes de produção dos programas Raul Gil e do Topa ou Não Topa, comandado por Patricia Abravanel, será demitida.