Sessão plenária da Assembleia desta quarta (23), destinada às proposições— Foto: Eduardo Maia

No horário destinado às proposições na sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (23), os deputados abordaram questões diversas, englobando o Polo Industrial de Caicó, a preservação das Dunas do Rosado, o aniversário do IFRN e a retomada das obras da Central do Cidadão de Cidade da Esperança.

Primeiro pronunciamento do horário, o deputado Vivaldo Costa (PSD) solicitou ao governo estadual que volte a estudar a possibilidade de implantar o Polo Industrial de Caicó. O deputado afirmou que os empresários e a população aguardam a iniciativa em prol do desenvolvimento da economia local.

“Peço à governadora Fátima Bezerra e ao secretário de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Jaime Calado, que voltem a estudar a instalação de um polo industrial na cidade, pois essa discussão foi iniciada há 14 anos, quando o secretário de Desenvolvimento era João Maia”, defendeu Vivaldo.

O deputado afirmou que o prefeito à época, Bibi Costa, adquiriu um terreno destinado ao polo, mas o projeto está paralisado. “Faz 14 anos que não se fala nisso e eu gostaria de solicitar à governadora Fátima Bezerra e ao secretário de Desenvolvimento do RN, que voltem a estudar esse projeto e traga para a pauta de discussão do governo, pois é de importância imensa para a cidade, há muito reivindicado pelos empresários e a população”, afirmou.

A necessidade de aprimorar o decreto que instituiu a área de preservação ambiental das Dunas do Rosado foi o tema do deputado Souza (PSB). O deputado sugeriu que esse debate seja feito entre as secretarias de Desenvolvimento Econômico e a de Turismo, juntamente com o Idema, para ser aprimorado.

“É preciso que seja repensado pois na época não se ouviu todas as comunidades e no caso de Porto do Mangue houve apenas uma audiência pública e a sede não foi ouvida. Precisamos rediscutir o decreto que instituiu a área de preservação ambiental, para que possamos avançar nas discussões”, disse o parlamentar, que também convidou os colegas deputados para fortalecer o debate.

Já o deputado Sandro Pimentel (PSOL) parabenizou o IFRN pelos 111 anos de atividades. “Nosso querido IFRN está aniversariando e venho daquela escola, da década de 80, que já foi Cefet, mas prefiro chamar ainda de ETFRN e que tem formado muitas gerações para além do Rio Grande do Norte, do Nordeste e do Brasil”, afirma o deputado.

Sandro Pimentel citou que colegas da sua época hoje trabalham em outros países. “Ele era mais difícil do que o próprio vestibular, muito seleto, era um sonho para os estudantes e na minha época apenas duas pessoas de Ceará-Mirim foram aprovadas e tive o privilégio de ser um deles, o aluno mais novo”, disse o deputado, que cursou na escola por 12 anos e parabenizou todo o corpo técnico e diretivo da escola.

O presidente do Legislativo do RN, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB) também parabenizou o instituto. “Acompanho essa justa homenagem pelo grande papel que tem o IFRN na formação de homens e mulheres do RN”, disse.

Central do Cidadão

O deputado José Dias (PSDB) abordou a necessidade do governo estadual retomar as obras da Central do Cidadão de Cidade da Esperança. O parlamentar afirmou que já fez solicitações para a continuidade. “Não há porque não se retomar as obras, não concluir o que já foi iniciado, porque temos um investimento alto que já foi feito ali em outro governo e tem que se aproveitar”, frisou José Dias.

O deputado criticou o fato de algumas gestões abandonarem obras de governos anteriores. “O Brasil se caracterizou por isso, para que não tenha nenhum traço de quem iniciou a obra e isso foi quebrado no Governo Bolsonaro pois a maioria das obras são continuações daquilo que já foi iniciado, e isso se faz porque esse governo tem mentalidade moderna e civilizatória e não se preocupa com quem iniciou a obra, se preocupa com quem vai receber o benefício”, finalizou.