Segundo Secretaria de Saúde, mudança foi provocada por encerramento de casos notificados como suspeitos mas que não tiveram comprovação por meio de testes — Foto: Governo do RN/Reprodução

Por Igor Jácome, G1 RN — De um dia para o outro, entre esta terça (4) e a quarta-feira (5), o número de pacientes suspeitos para Covid-19 caiu de 63.235 para 16.622 no Rio Grande do Norte – uma redução percentual de 73,7%. No mesmo período, os casos considerados “inconclusivos” aumentaram mais de dez vezes, passando de 4.767 para 50.841. De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesap), os números estão relacionados ao encerramento da investigação de vários casos de pessoas com suspeita para o coronavírus, mas que não fizeram teste para a doença.

Os dados são dos boletins epidemiológicos divulgados diariamente pela pasta. Em entrevista coletiva concedida na manhã desta quinta (6), a subcoordenadora de Vigilância em Saúde, Alessandra Lucchesi, explicou que os casos inconclusivos são de pacientes que tiveram sintomas do coronavírus, mas como não eram dos grupos prioritários para os testes, não fizeram exames. Além disso, também ao longo da investigação, não foi possível identificar contato deles com casos confirmados, por exemplo.

No estado, os testes só passaram a ser realizados em todos os pacientes com sintomas no final de julho. Antes, os exames só eram feitos em pessoas dos grupos de risco, como idosos, pacientes com diabetes e hipertensão e pessoas internadas estado grave.

Sem a comprovação por meio de teste, ou investigação clínica, os pacientes que integravam a lista de suspeitos foram agora listados como pessoas com síndrome gripal não identificada.

“Estamos otimizando a forma de encerramento dos casos. Em todo caso passível de investigação, de notificação compulsória, nós temos 60 dias para proceder toda investigação necessária. Dado o cenário que nós tínhamos, com grupos específicos para testagem, muitos pacientes não tiveram como fazer o teste”, explicou Alessandra.

Nos últimos dias, segundo a subcoordenadora explicou, a Sesap está encerrando os casos com mais de um mês e que não tiveram a comprovação por meio de teste. Por isso a mudança nos números. De acordo com ela, a medida vai facilitar a compreensão sobre a doença, porque vai mostrar o número de suspeitos de forma mais clara.

O Rio Grande do Norte tem, oficialmente, 53.490 casos confirmados de Covid-19 e 1.933 mortes pela doença, de acordo com o boletim divulgado pela Sesap na quarta-feira (5). Foram sete óbitos a mais em relação aos dados do dia anterior.