Mandado foi expedido em decorrência da suspeita da autoria da prática do crime de homicídio qualificado que vitimou a técnica de enfermagem Amanda Ramos de Santana — Foto: Reprodução

Policiais civis da 6°Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Nova Cruz e da Delegacia Municipal de Goianinha deram cumprimento, nesta quinta-feira (09), a um mandado de prisão preventiva, em desfavor de Márcio Francisco de Melo da Silva. O mandado foi expedido pela Comarca de Goianinha, em decorrência da suspeita da autoria da prática do crime de homicídio qualificado que vitimou a técnica de enfermagem Amanda Ramos de Santana. Márcio Francisco já havia sido preso em flagrante, nesta quarta-feira (08), durante diligências integradas à 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil (DSPC) de Guarabira, do Estado da Paraíba (PCPB), pela suspeita da prática do crime de tráfico de drogas. Ele foi preso no município de Guarabira (PB).

O crime de homicídio qualificado aconteceu no dia 12 de agosto de 2019, quando Amanda Ramos e seu namorado, José Sérgio de Lima Silva, mais conhecido por “Serginho”, foram vítimas de diversos disparos no bairro Boa Vista, no município de Goianinha. Logo após estacionar o seu veículo modelo “Gol”, de cor “verde”, em frente à residência do seu namorado, conhecido por “Serginho”, e este embarcar no veículo, foram surpreendidos por Márcio Francisco de Melo da Silva, efetuando dezenas de disparos de arma de fogo. Os disparos atingiram as vítimas e provocaram a morte de Amanda e feriram Sérgio, que era o verdadeiro alvo do suspeito. José Sérgio, mesmo atingido por disparos, conseguiu fugir. Ferido, ele foi levado ao hospital da cidade e depois transferido para a Capital Potiguar. Amanda Ramos morreu no local.

Nesta quarta-feira (08), policiais civis da 6°Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Nova Cruz se deslocaram até o município de Sertãozinho, no Estado da Paraíba (PB), após informações de que o investigado Márcio estava escondido em uma residência na região. Na oportunidade, policiais civis do Estado da Paraíba (PCPB) diligenciaram até o local, enquanto a equipe da 6°DRP realizavam também o seu deslocamento, e flagraram Márcio Francisco com uma porção de maconha e o conduziram para a 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil (DSPC) em Guarabira.

Ao ser interrogado pelo delegado da 6°DRP de Nova Cruz, Márcio Francisco confessou a autoria do crime que vitimou a técnica de enfermagem Amanda Ramos, ocasião na qual alegou ter cumprido a ordem de uma facção criminosa para executar o namorado dela, conhecido por “Serginho”, que, segundo ele, é integrante de uma facção rival. No entanto, no momento da ação, Amanda estava acompanha por “Serginho” e acabou sendo barbaramente executada.

Márcio Francisco foi conduzido até o Estado do Rio Grande do Norte e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.