Feder é secretário de Educação do Paraná no governo de Ratinho Júnior (PSD-PR). — Foto: Reprodução

Por PODER 360 — O presidente Jair Bolsonaro escolheu nesta sexta-feira, dia 3, Renato Feder para ser o novo ministro da Educação. Feder é secretário de Educação do Paraná no governo de Ratinho Júnior (PSD-PR).

Feder tem mestrado em Economia pela USP (Universidade de São Paulo) e graduação em administração pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), segundo o seu perfil no portal da Secretaria de Educação no Paraná.

ANTECESSOR DUROU 5 DIAS

Feder vai suceder o ex-ministro Carlos Alberto Decotelli da Silva, que pediu demissão 5 dias depois de assumir no cargo, por causa de uma série de inconsistências curriculares. Bolsonaro afirmou a apoiadores na 5ª feira (2.jul) que “deu problema com o Decotelli”.

Decotelli foi questionado por eventual plágio na dissertação de mestrado. O doutorado e pós-doutorado dele foram colocados em dúvida pelas universidades da Argentina e Alemanha, respectivamente. Por fim, a FGV (Fundação Getúlio Vargas) informou numa nota que o então ministro não tinha sido professor da instituição.

A nomeação foi anunciada pela deputada Bia Kicis (PSL-DF), aliada de Bolsonaro, em seu perfil no Twitter.

Foto: Reprodução