Dinaldo Wanderley, ex-prefeito de Patos, na Paraíba, e ex-deputado estadual — Foto: Reprodução/Facebook

Por G1 PB — O ex-prefeito de Patos, no Sertão da Paraíba, e ex-deputado estadual Dinaldo Wanderley morreu na madrugada deste domingo (24), aos 69 anos, em João Pessoa. Ele estava internado em um hospital particular da capital desde o dia 14 de maio, de acordo com um amigo da família.

Dinaldo Wanderley chegou na unidade de saúde e foi intubado imediatamente. Após apresentar uma piora no quadro clínico, os filhos decidiram iniciar o tratamento do pai em João Pessoa. O político estava internado no Hospital Nossa Senhora das Neves e não resistiu à Covid-19.

Nas redes sociais um de seus filhos, Dinaldinho Walderley, escreveu: “o Senhor terá a companhia de uma pessoa boa, agradável, amável, prestativa, de um coração grande e um amigo para todas as horas”.

Em nota, a prefeitura de Patos informou que “diante do ocorrido, só nos resta pedir a Deus que conforte o coração de seus familiares, amigos e admiradores pela dor da perda, dando-lhes forças para superarem este momento difícil e para conviverem com tamanha saudade. Dinaldo foi um cidadão e político de muitas virtudes, valores, e nos deixa um legado de fé e de amor ao próximo”.

Dinaldo Walterdey foi prefeito de Patos por dois mandatos consecutivos, de 1997 a 2005, e deputado estadual. Ele deixa a esposa, Edina Guedes Wanderley, e quatro filhos.

O corpo do ex-prefeito será cremado e as cinzas devem ficar com a família em João Pessoa. Apenas após a pandemia é que elas devem ser levadas para a cidade de Patos para uma homenagem ao ex-gestor.