O crime teria acontecido após uma discussão entre o casal. — Foto: Reprodução

Por Polêmica Paraíba — A empresária paraibana Taciana Ribeiro Coutinho, se entregou a polícia na noite dessa sexta-feira (10) após matar o marido Helton Pessoa com 4 tiros, eles estavam isolados em quarentena na fazenda “Zumbi”, de propriedade da família, em Sapé na Paraíba. O crime teria acontecido após uma discussão entre o casal.

Segundo informações, ela atirou porque ele teria batido nela na frente do filho; ele teria dito ainda que iria raparigar e ninguém ia impedir, após a discussão, ele entrou no banheiro, foi então que ela teria disparado.

Ela se entregou toda machucada e estaria sem os dentes da parte frontal superior da boca.

Agora, na nova fase de levantamento de dados para inquérito, quem está à frente do caso é o major Sidney da Companhia de Polícia Militar de SAPÉ.

QUEM É TACIANA

Consta que ela era viúva de Odilon Ribeiro Coutinho, que por sua vez foi casado com Lina Rosa, misteriosamente encontrada morta anos atrás no apto em que morava, em frente ao Samaritano.

À época, o crime foi atribuído ao então marido e o filho do casal, ambos inocentados no Tribunal do Júri por falta de provas. Ambos faleceram em acidente de carro. Eram ligados a Federação Paraibana de Automobilismo.

Ela é filha de Valéria e Marcos Frederico, ele filho de Dona Yeda Régis, viúva de Dr. Renato Ribeiro Coutinho, ambos Lideres políticos de SAPÉ e Cruz do Espírito Santo nos anos 1950 a 1980 e pincipais inimigos das Ligas Camponesas.

Nos anos 70, Marcos Frederico chegou a ser chamado “Capitão da Indústria”, trazendo Sesc, Sesi e Senac para o Estado da Paraíba.

Com informações do radialista Emerson Machado (MOFI)