Centro de exibições em Wuhan na China (arquivo) — Foto: STR/AFP

Por Brasil 247 — O avanço da covid-19 no Brasil já matou, em apenas 44 dias, mais pessoas do que a dengue, sarampo e H1N1 ao longo de todo o ano passado.

De acordo com o boletim do Ministério da Saúde divulgado nesta quinta-feira (9), já chega a 957 mortos o número de óbitos resultante de complicações relacionadas a covid-19, enquanto, segundo reportagem do jornal O Globo, em todo o ano passado, a dengue matou 782 pessoas. Já o vírus da H1N1 provocou 796 mortes e o sarampo outras 15.

A reportagem destaca que as projeções sobre o avanço do novo coronavírus são preocupantes. Um estudo, elaborado por especialistas dos Estados Unidos e, também, pelo secretário Nacional de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira, avalia que deverão faltar leitos hospitalares ainda em abril.

O alerta vem na análise das internações causadas pela dengue e influenza no ano passado, cujos picos aconteceram entre abril e maio.