Depois da janela partidária, MDB e PSD ficaram com quatro vereadores cada. O Avante com um parlamentar — Foto: Divulgação/CMJS

Neste fim de semana expirou o tempo dos partidos políticos para aprovar a filiação de seus pré-candidatos que desejam disputar o pleito de outubro. O dia 4 de abril (sábado), seis meses antes das eleições foi a data-limite. Antes, porém, no dia 3 de abril (sexta-feira), terminou a janela para trocas partidárias, período no qual os vereadores que concorrerão à reeleição ou ao cargo de prefeito podiam mudar de partido sem perder o mandato eletivo. Em Jardim do Seridó, dos 9 (nove) vereadores que compõe a Câmara Municipal, 6 (seis) deles trocaram de partido.

Em apuração realizada pelo Blog A Fonte, as mudanças ficaram assim definidas: Alcides Petrópolis deixou o PSB e agora está filiado ao MDB. Esse também foi mesmo o caminho de José da Noite que saiu do PL e assinou ficha no MDB. Iron Júnior pediu desfiliação do PSB e agora está no Avante. Os vereadores Taz e Ronaltty Neri saíram do PSDB e ingressaram no PSD. Mesmo destino teve Cássio Medeiros que se desfilou do PC do B e foi para o PSD.

Apenas 3 (três) vereadores permaneceram em seus partidos pelos quais foram eleitos: o presidente da Casa, Dedé do Consórcio (MDB), Dormiro da Saúde (PSD) e Andréia Araújo (MDB). Depois das trocas de legendas, o MDB que ganhou dois novos parlamentares e o PSD que recebeu a adesão de três edis, passaram a contar cada um deles, com 4 (quatro) vereadores. O Avante que recebeu apenas a filiação de um nome completa a nova bancada partidária na Câmara de Jardim do Seridó.

Depois da janela partidária, MDB e PSD ficaram com quatro vereadores. O Avante com um parlamentar (arquivo) — Foto: A Fonte Imagens