A irreverência e alegria do Ala Ursa do Poço de Sant’Ana comemora 40 anos — Foto: Divulgação

O famoso Bloco do Magão, surgiu na década de 80 como uma crítica ao abandono do Poço de Sant’Ana de Caicó. Por isso, o nome oficial do Bloco é Ala Ursa do Poço de Sant’Ana. Diz a lenda que a cidade surgiu da prece de um vaqueiro às margens do poço. O vaqueiro fugia de um touro bravio e fez uma prece a Sant’Ana. Outra lenda conta que o poço é abrigo de uma serpente gigante. Hoje, 40 anos depois, o poço continua abandonado e poluído.

A irreverência e alegria do Ala Ursa do Poço de Sant’Ana comemora 40 anos agora em 2020 e irá para a avenida com uma homenagem especial ao poço. A trivela que carrega a orquestra foi projetada pelo arquiteto Marcílio Avelino e trará uma cobra gigante e a cabeça de um boi, lembrando as lendas do Poço de Sant’Ana. As peças estão sendo desenvolvidas por dois grandes artistas de Caicó: Lídia Brasileira e Custódio Jacinto.

O Ala Ursa do Poço de Sant’Ana será o bloco que sairá mais dias na avenida, da quarta (19) a quarta-feira de Cinzas (26), garantindo oito dias de folia.