Longa estreou dia 29 de agosto em 286 salas e permanece em cartaz em 48 telas em todo o país — Foto: Reprodução.

Por O Dia — Vencedor do prêmio do juri no Festival de Cannes e do prêmio de melhor filme na principal mostra do Festival de Cinema de Munique, o longa “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, está há 10 semanas em cartaz e alcançou a marca de 700 mil espectadores. O longa estreou dia 29 de agosto em 286 salas e permanece em cartaz em 48 telas em todo o país. Na trama, o pequeno povoado de Bacurau some do mapa misteriosamente e seus moradores começam a presenciar estranhos acontecimentos e uma série de assassinatos inexplicáveis.

Na semana em que completa 700 mil espectadores “Bacurau” voltou a marcar presença maciça nas redes sociais quando o tema proposto pela prova do ENEM foi a Democratização do Cinema Brasileiro. A performance incomum de “Bacurau”, sua campanha de lançamento e o alcance no país e no mundo que o filme tem tido foram citados por milhares de estudantes em posts nas mídias sociais brasileiras.

Antes do lançamento oficial, os diretores e grande parte do elenco de “Bacurau” viajaram pelo país para diversas pré-estreias, entre elas, destaca-se a sessão ar livre na localidade de Barra, em Parelhas, no Rio Grande do Norte, onde o filme foi rodado. Eles se reuniram novamente com os moradores como prometido durante as filmagens. Os atores, assim como Kleber e Juliano, se juntaram às 2 mil pessoas presentes. No total, só nestas pré-estreias o filme foi visto por mais de 22 mil pessoas. “Bacurau” também foi visto por mais de 5 mil pessoas em sessões especiais, sem bilheteria.
Premiações

Além dos prêmios em Cannes e Munique, o longa já foi contemplado em diversos festivais pelo mundo. No 23º Festival de Cine de Lima, no Peru, foi considerado: Melhor Filme, Melhor Direção (para Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles) e Prêmio da Crítica Internacional. No Sitges – Festival Internacional de Cinema Fantástico da Catalunha, na Espanha, o longa venceu nas categorias Melhor Direção, Melhor Filme -Juri Jovem, e Prêmio da Crítica. E no Montréal Festival of New Cinema, no Canadá, o público elegeu “Bacurau” como melhor filme. O longa também foi exibido no Festival de Toronto (TIFF 2019) na prestigiosa Mostra Contemporary World Cinema, e foi escolhido para representar o Brasil nos prêmios Goya, o equivalente ao Oscar na Espanha, concorrendo a uma vaga na disputa pelo prêmio de melhor filme ibero-americano.