No mês passado, o governo Bolsonaro anunciou a privatização de 17 empresas públicas — Foto: Divulgação

A presidenta da Frente Nacional Em Defesa da Soberania Nacional, senadora Zenaide Maia (Pros/RN) confirmou nesta terça-feira (17) sua participação no Ato de Defesa da Soberania Nacional e Contra as Privatizações, marcado para o dia 19 de setembro, na Assembleia Legislativa de São Paulo.

No mês passado, o governo Bolsonaro anunciou a privatização de 17 empresas públicas, entre as quais foram arroladas; Petrobras, Correios, Porto de Santos, Ceagesp e Dataprev, os bancos Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, além da Casa da Moeda.

No início deste mês 248 deputados federais de diversas agremiações partidárias lançaram na Câmara Federal, a Frente Parlamentar Mista Em Defesa da Soberania Nacional, quando apresentaram o Manifesto Coletivo Pela Soberania Nacional, em defesa da Amazônia, da geração de emprego e contra as privatizações em curso.

Em São Paulo 16 partidos da Assembleia Legislativa aderiam a esta pauta e juntos promovem a Audiência da Frente Em Defesa da Soberania Nacional e Contra a Privatização, nesta quinta- feira, 19/09, das 09h às 12h, na Assembleia Legislativa de SP.

O Instituto Datafolha divulgou recentemente uma pesquisa que aponta que 67% da população se opõem a privatização das empresas públicas. A privatização da Petrobras enfrenta maior oposição: 65% não concordam com a venda da empresa.