Audiência foi proposta pelo deputado Ubaldo Fernandes (PL) — Foto: Eduardo Maia.

A Assembleia Legislativa realizou sessão solene, na tarde desta terça-feira (17), para celebrar o Dia Estadual do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Proposta pelo deputado Ubaldo Fernandes (PL), a solenidade aconteceu no Plenário Clóvis Mota e reuniu autoridades, profissionais e familiares dos dez homenageados.

“Hoje faz 17 anos que o SAMU foi implantado em Natal, a capital pioneira desse serviço no Brasil, que serviu de referência para o resto do país. O SAMU é, sem dúvida, uma das instituições de maior credibilidade do Brasil. É ela que está presente quando as pessoas se acidentam, em qualquer lugar. É ela que chega tão rápido e tem a preocupação de salvar nossas vidas. E é por isso que devemos ser gratos”, disse o parlamentar.

Ubaldo Fernandes destacou também que “é preciso ter um olhar diferenciado sobre essa brava categoria” e que “eles merecem ter uma melhor estrutura de trabalho, já que sua função é essencial para o salvamento de tantas vidas do estado, em qualquer local ou hora do dia”.

Em nome dos agraciados, o ex-vereador, ex-secretário de Saúde e fundador do SAMU no RN, Enildo Alves, relatou como se deu a implantação do órgão no estado. Além disso, falou do reconhecimento da população. “Logo após a fundação do SAMU, com apenas três meses de serviços prestados, os cidadãos já nos elogiavam e a afirmavam que éramos melhores que o serviço privado similar”, detalhou.

Segundo Enildo Alves, o SAMU inspira na população brasileira o mesmo respeito e admiração que têm as Forças Armadas, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.

Discorrendo sobre o sentimento de trabalhar para a instituição, o fundador do SAMU na capital disse que não há sentimento mais nobre do que salvar uma vida. “É muito gratificante você chegar na ocorrência, estabilizar o paciente e depois voltar para casa com a sensação de dever cumprido”, concluiu.

Coordenador do SAMU em Natal, Cláudio Macedo enalteceu os serviços prestados pelos ex-coordenadores da instituição e falou sobre força de vontade e união.

“Não podemos deixar de homenagear também todos os ex-coordenadores que vestiram essa camisa, porque as adversidades são inúmeras. A população não sabe o quanto é difícil hoje uma viatura nossa rodar, estar no lugar certo, com o tempo-resposta adequado, sem olhar a quem. Não existe diferenciação entre SAMU Natal, Mossoró ou RN. Somos todos SAMU”, finalizou.

Homenageados
Eliete Fernandes de Lucena Costa
Enildo Alves
Francisco Florêncio da Silva
Janaí Cavalcanti da Silva
José Cassimiro Silva de Melo
José Cláudio Miranda Macedo
Leniza Lucena de Lima
Ricardo Witka Bastos
Shayne Brennand de Carvalho
Walker Ferreira da Silva

O SAMU
O SAMU 192 Natal foi criado em 17 de setembro de 2002, como componente móvel da Rede de Atenção às Urgências. Em 18 de dezembro de 2006, foi fundado o SAMU 192 RN, para todo o Estado. Hoje, o SAMU Natal possui 325 profissionais e, o SAMU RN, 484 funcionários, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e condutores. As equipes se revezam diariamente, em turnos de 24 horas.

Atualmente, o SAMU 192 Natal dispõe de três bases descentralizadas (Leste, Norte e Sul) e uma Central de Regulação de Urgências, composta por cinco telefonistas auxiliares de regulação médica, três médicos reguladores, dois rádio-operadores e um enfermeiro supervisor administrativo. Realiza, em média, 6 mil atendimentos por mês, em sua maioria ocorrências clínicas, neonatos, obstétricas, pediátricas, psiquiátricas e traumas.

Já o SAMU 192 RN atua em 28 bases descentralizadas por todo o Estado e numa Central de Regulação com quatro médicos, quatro telefonistas, dois rádio-operadores e um enfermeiro. Realiza uma média de 2.500 atendimentos ao mês, tendo atendido, em agosto deste ano, 2.607 ocorrências.