Tiago Volpi foi o principal destaque defendendo dois chutes: o de Ricardo Goulart e o de Zé Rafael — Foto: Djalma Vassao/Gazeta Press

O São Paulo está na final do Campeonato Paulista após 16 anos. Na tarde deste domingo o time enfrentou o Palmeiras no Allianz Parque, onde jamais venceu, e, apesar de não ter conseguido quebrar o longo tabu, saiu de campo com a tão sonhada classificação após novo empate sem gols no tempo regulamentar e a vitória nos pênaltis por 5 a 4.

Tiago Volpi foi o principal destaque, perdendo a cobrança decisiva nas penalidades, mas defendendo dois chutes: o de Ricardo Goulart e o de Zé Rafael.

A última vez que o Tricolor havia disputado o título do Estadual foi em 2003, quando perdeu por 3 a 2 para o Corinthians no jogo de ida e também no jogo de volta.

Agora, o São Paulo espera o vencedor do confronto entre Santos e Corinthians, que acontece nesta segunda-feira, às 20h (de Brasília), no estádio do Pacaembu, para saber quem será seu adversário na grande final do Paulistão. Independentemente de quem avançar, o Tricolor joga a primeira partida no Morumbi, no próximo domingo.

Marcelo Baseggio – São Paulo, SP
Gazeta Esportiva