Vereadores Amariudo, Genildo e Adriano não votaram a favor do Projeto que beneficiava os estudantes - Foto: Cedida

Existe cada coisa na Câmara Municipal de Ouro Branco, na região Seridó potiguar.

Nesta segunda-feira (11), os vereadores aliados da prefeita Fátima Silva (PT) foram contra ao Projeto de Lei que regulamentava o transporte escolar dos estudantes que fazem universidade e cursos profissionalizantes, em Patos e Caicó.

Foram contra os estudantes, os vereadores Amariudo Santos, Paulo Dantas, Genildo Medeiros, Adriano Silva e Celso Garofa.

O autor da iniciativa, vereador Júnior Nogueira (PSDB) defendia que a prefeita alocasse recursos para os estudantes universitário e técnicos, que estudam fora, assim evita os transtornos e negativas que acontecem no início de cada ano. Os vereadores Rogério Lucena e Sérgio Carlos também votaram a favor.

De acordo com informações, o Orçamento Municipal da Prefeitura de Ouro Branco não disponha desta rubrica hoje. Por pressão dos estudantes e uma crise nas redes sociais, a prefeita Fátima Silva chegou a confirmar a ajuda este ano.

Mas, com a aprovação do Projeto de Lei, o remanejamento viabilizaria o transporte escolar para esses jovens dentro do Orçamento. Tanto Patos como Caicó ficam apenas há 60 Km de distância de Ouro Branco.

Com a votação foram contrários todos os vereadores que defendem a prefeita na Câmara.