Francisco Dyogo deixou o hospital uma semana após a tragédia no Ninho do Urubu — Foto: Reprodução / Globo

Uma semana após o incêndio no Ninho do Urubu, que deixou 10 atletas mortos e três feridos, o goleiro Francisco Dyogo, de 15 anos, recebeu alta nesta sexta-feira (15). Ele estava internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca.

O jogador apresentou melhora nos últimos dias e havia deixado o Centro de Terapia Intensiva (CTI) na quarta-feira (13). Dyogo é o segundo ferido a ter alta hospitalar. Cauan Emanuel, de 14 anos, foi o primeiro e deixou a mesma unidade de saúde da tarde de segunda-feira (11).

Jhonata Ventura, outro jogador ferido, segue internado, mas já respira sem aparelhos. Ele teve 30% do corpo queimado na tragédia. O adolescente segue internado no Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Municipal Pedro II e seu quadro de saúde segue estável hemodinamicamente, mas ainda inspira cuidados.

Missa faz homenagem a meninos mortos

Uma missa foi celebrada nesta sexta-feira em homenagem aos 10 meninos mortos na tragédia. A cerimônia religiosa foi realizada no Cosme Velho, na Paróquia de São Judas Tadeu, santo padroeiro do Flamengo.

O presidente do Flamengo, Rodofo Landim, esteve no local e fez um breve pronunciamento. Ele disse que “a tragédia ainda machuca a todos e que o Flamengo tenta diminuir a dor das famílias, e que vai assumir todas as responsabilidades que envolvem o incêndio”.