Veículo é incendiado em Umirim, no interior do Ceará, em ataque coordenado por facções criminosas. — Foto: Arquivo pessoal/Divulgação

Por Paulo Martins e Rafaela Duarte, G1 CE

Membros de facções criminosas voltaram a cometer ataques no Ceará na madrugada deste domingo (13).

Uma ponte na BR-116, que passa sobre o Rio Choró, no município de Chorozinho, na Região Metropolitana de Fortaleza, foi atacada com explosivos e o local foi interditado. Ainda não há informação sobre a dimensão do dano, segundo a PRF. No interior e na capital, veículos foram incendiados. Não há informações de feridos. Até a última atualização desta reportagem, ninguém havia sido preso por estes crimes.

Trecho da BR-116 na Grande Fortaleza onde explosivos foram detonados durante a madrugada deste domingo, 13 — Foto: Rafaela Duarte/G1
Explosivos foram detonados na estrutura da ponte sobre o Rio Choró, na Grande Fortaleza. — Foto: Arquivo pessoal

Este já é o 12º dia desta onda de violência, que começou em 2 de janeiro após o governo anunciar medidas para tornar mais rigorosa a fiscalização nos presídios.

No sábado, eles derrubaram uma torre de transmissão de energia elétrica, após detonarem bombas, e explodiram uma concessionária de veículos.

Reação

Deputados estaduais aprovaram um pacote de medidas no sábado (12) com o objetivo de combater a onda de crimes. Uma dessas medidas é a a Lei da Recompensa, que paga em dinheiro quem denunciar autores de ataques (leia mais abaixo).

Também no sábado, a polícia apreendeu cinco toneladas de explosivos no Bairro Jangurussu, na periferia de Fortaleza.

A Força Nacional está no Ceará para auxiliar nas ações de combate ao crime.

Nos 12 dias de crimes foram 199 ações violentas em 44 municípios; 347 suspeitos foram presos, segundo a Secretaria da Segurança do Ceará.

O Ministério da Justiça confirmou também a transferência de 35 chefes de facção que ordenavam os ataques. Eles serão levados a presídios federais.

Explosivos em ponte

A ponte sobre o Rio Choró, na cidade de Chorozinho, foi interditada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na madrugada desde domingo, após explosivos serem detonados na parte inferior da estrutura.

Motoristas que trafegam entre as cidades de Fortaleza e Chorozinho devem alterar o trajeto e fazer a rota pela cidade de Horizonte.

Explosão causou tremor

Pessoas que moram próximo ao local, na entrada da cidade, relataram um “tremor” com o impacto da detonação.

“Estremeceu até a janela daqui de casa, parecia um tremor de terra. Foi um estrondo muito grande”, afirmou um morador da região, que não quer se identificar. A casa dele ficou com rachaduras nas paredes após a explosão.

Carros incendiados

Entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo foram incendiados carros particulares em Umirim, no interior do estado, e em Fortaleza, no Bairro Siqueira.

Ataque com explosivos ao Juizado Especial Criminal de Fortaleza, no Bairro Montese — Foto: Rafaela Duarte

Ataque ao prédio do Juizado

Também na madrugada de sábado para domingo, um explosivo foi detonado em frente ao Juizado Especial Criminal de Fortaleza, na rua Desembargador João Firmino, no Bairro Montese.

De acordo com a polícia, um suspeito desceu de um veículo, onde estavam pelo menos outros três homens dando suporte, e colocou um artefato próximo à base de uma coluna do prédio. Apesar da explosão, o impacto foi de pequenas proporções e atingiu a base da coluna de sustentação e parte do vidro da porta.

Policiais que estavam de plantão dentro do juizado chegaram a atirar em direção ao veículo mas os suspeitos conseguiram fugir.