Renato Gaúcho ficará hospitalizado até segunda-feira — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA/Arquivo

O técnico do Grêmio, Renato Portaluppi foi submetido neste sábado, dia 5 de janeiro, a uma cirurgia no coração que ocorreu no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Esse procedimento teve como objetivo de corrigir uma arritmia cardíaca que provocava alteração no ritmo das batidas do coração.

Conforme os médicos, o comandante gremista ficará dois dias hospitalizado e irá receber alta na segunda-feira. Foram mais de quatro horas de cirurgia. Na sequência, o médico Leandro Zimmermann que liderou o procedimento, concedeu uma entrevista coletiva para explicar como se sucedeu a intervenção cirúrgica. Na avaliação da equipe médica tudo ocorreu sem maiores problemas.

Renato Gaúcho ficará hospitalizado até segunda-feira — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

“O Renato tinha uma arritmia do coração, chamada fibrilação atrial. Não era algo que causava algum risco imediato de vida. Mas é algo que eventualmente poderia trazer mais problemas no futuro, uma questão de se sentir mal, alguns riscos. Então se optou por fazer esse procedimento, uma cauterização de algumas regiões do coração. Foi absolutamente tranquilo, o resultado foi muito bom. A gente pretendia fazer um isolamento de quatro veias de uma parte do lado esquerdo do coração, isso foi atingido. Ele está acordado, conversando, já está brincando”, comentou.

Renato Portaluppi permanecerá na UTI por 24 horas sob observação devido a um procedimento de rotina. O treinador ficará mais um dia no hospital antes de receber alta que deve acontecer na próxima segunda-feira. Com objetivo de evitar coagulação do sangue, Renato terá que tomar medicamento nos próximos meses e não pode realizar atividades físicas.

Do correspondente Cesar Esteves – Porto Alegre , RS
GAZETA ESPORTIVA