Camila Silva anunciou que não faz mais parte do time da emissora (Foto: © Reprodução / Globo)

Camila Silva, única repórter negra da área esportiva da Globo, foi demitida da emissora. Pouco antes da Copa do Mundo, a jornalista havia sido transferida para a cobertura de crimes e tragédias na madrugada, causando um certo estranhamento dentro da emissora.

Na época, os questionamentos se fortaleceram também por conta da promoção de Mari Palma, uma das maiores apostas do canal para o período do mundial. Para que Mari pudesse compor o time esportivo, Camila teve que ser deslocada, segundo análise.

“Para quem não sabe, eu saí da Globo. Na verdade, eu fui saída essa semana”, explicou a repórter em seu Instagram, salientando que a decisão já era esperada, por conta dos “últimos acontecimentos”.

Segundo o Notícias da TV, Camila era querida e elogiada pelos colegas pelo seu profissionalismo e leveza. Sua transferência e demissão causaram mal-estar no setor. Mari Palma, por sua vez, não emplacou no Esporte e segue como garota-propaganda no Bem Estar.

Notícias ao Minuto