Fátima disse que a vitória deste domingo vai marcar sua história política para sempre (Foto: Divulgação)

Eleita com mais de um milhão de votos neste domingo (28), Fátima Bezerra (PT) é a nova governadora do Rio Grande do Norte, única mulher no cargo no país. Depois do resultado, ela recebeu a imprensa para coletiva e afirmou que esta eleição marca a história política do Estado.

“Expresso aqui meu agradecimento a Deus e ao povo do Rio Grande do Norte, que foi o grande protagonista desse processo eleitoral”, afirmou Fátima. “Eu já via nas ruas um sentimento de mudança, e as urnas comprovaram isso, a finalização de um ciclo de oligarquias e privilégios e a eleição de uma professora de origem humilde com uma vida pública de mais de 30 anos”.

A governadora eleita agradeceu, ainda, ao seu partido, o PT, ao PCdoB do vice Antenor Roberto e ao PHS da senadora eleita Zenaide Maia. “Quero também agradecer aos apoios que recebi nesse segundo turno, que vieram pela porta da frente, que entenderam que a candidatura da senadora Fátima era a melhor opção”, ressaltou, citando os presentes na coletiva, nas pessoas do presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira; da deputada Márcia Maia; dos deputados eleitos Ubaldo Fernandes e Eudiane Macedo; dos professores Carlos Alberto e Robério Paulino, do PSol; e do presidente da Câmara Municipal de Natal Raniere Barbosa e Karla Veruska.

Fátima disse que a vitória deste domingo vai marcar sua história política para sempre. “Estamos rompendo com aqueles que estiveram a serviço de três ou quatro famílias”, destacou. “Além disso, sou a única mulher que vai integrar o colegiado de governadores do país, direto da terra de Nísia Floresta, de onde a mulher votou pela primeira vez”.

Por fim, Fátima lembrou do desafio que será governar o Estado a partir de 2019. “Vamos iniciar uma nova era política, tirar o Estado da grave crise em que se encontra, trazer paz, emprego e prosperidade ao nosso povo”.