Robinson Faria enfatizou que a agricultura familiar é um dos setores que mais tem recebido recursos e incentivos (Foto: João Vital)

Sessenta e sete associações da agricultura familiar do RN assinaram hoje (6) convênios no valor de R$ 32 milhões que irão promover o registro sanitário de agroindústrias e apoio a subprojetos da fruticultura irrigada. Os investimentos do Governo do RN, via Governo Cidadão e Banco Mundial, vão incrementar os pequenos negócios e torná-los ainda mais competitivos.

O governador Robinson Faria enfatizou que a agricultura familiar é um dos setores que mais tem recebido recursos e incentivos. “Estamos entregando hoje R$ 14 milhões para associações da fruticultura irrigada e R$ 18 milhões para o registro sanitário de agroindústrias. Este é o governo que mais se preocupou com o homem do campo”, frisou.

O principal objetivo do Edital de Registro Sanitário das Agroindústrias da Agricultura Familiar é o apoio financeiro e técnico às organizações da agricultura familiar através da adequação da agroindústria existente, nas áreas de apicultura, cajucultura, fruticultura, leite e derivados, ovinocaprinocultura e pescado, a fim de torná-las aptas a receber o registro sanitário (legalização). Neste edital, cada organização produtiva receberá um apoio financeiro de R$ 500 mil. Trinta e nove associações estão sendo beneficiadas.

Já o Edital de Apoio a subprojetos na fruticultura irrigada beneficiará 28 subprojetos e soma R$ 14 milhões. Estão sendo contemplados projetos de fruticultura irrigada para melhoria da produção primária, beneficiamento e comercialização nos territórios Assú-Mossoró, Alto Oeste, Mato Grande, Terra dos Potiguaras, Sertão Central, Cabugi, Litoral Norte, Seridó e Sertão do Apodi.