Atacante planeja volta aos gramados ainda em 2017 - © Reprodução
Quatro dias depois de passar por uma cirurgia para a retirada de um tumor no rim direito, o atacante Roger, do Botafogo, deu entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (11), no Hospital Samaritano, para falar sobre o resultado de sua biópsia, junto ao médico Raphael Rocha, que anunciou o resultado.
ASSISTIR VÍDEO EMOCIONANTE ABAIXO
“É um tumor de comportamento benigno, e a expectativa é que ele esteja curado”, disse o médico.
Já Roger, visivelmente emocionado, falou sobre como será seu processo de recuperação.
“Primeiramente quero agradecer a Deus porque mais uma vez ele mostrou o carinho que tem por todos nós. Doutor, quero agradecer o senhor, obrigado. Me emociono, pois foi o momento mais difícil da minha vida. Quero agradecer a todos, o povo brasileiro, atletas, treinadores. Sou um cara que sempre luto para esse futebol sem diferenças. Posso dizer que estou curado, e em 30 dias estarei treinando no Botafogo”, explicou.
O atacante do Botafogo se mostrou confiante e acredita que conseguirá voltar aos gramados ainda em 2017.
“Quem sabe eu até consigo disputar os últimos jogos do campeonato? Só de treinar já me deixa feliz. Meu objetivo é jogar contra o Cruzeiro. Não quero dizer que jogarei, mas é um objetivo”, disse.

O jogador falou abertamente sobre como descobriu a doença. “No início foi aquele choque. Eu tinha jogado domingo… Uma dor ruim do meu lado esquerdo, procurei o médico e quando descobri um tumor no rim…. A primeira reação foi de muito choro, de dor até porque não sabíamos como era. Mas sinceramente… É a segunda vez que eu choro. A primeira foi quando meus pais choraram. As mensagens fizeram a diferença”.

Roger aproveitou também para agradecer o apoio recebido. “Não tenho palavras para agradecer. Recebi mais de 500 mensagens, quase todos os treinadores me ligaram, jogadores de Seleção, clubes mandando mensagem… Foi algo maravilhoso. Claro que assusta, mas vi como sou querido e vale ter essa personalidade. Quero só agradecer. Minha palavra hoje é gratidão”.

Por fim, o atacante comentou como está a sua situação de renovação de contrato com o Botafogo. “Sempre disse que queria permanecer no clube. Já se iniciou uma conversa. Agora minha saúde está na frente, mas acho que deve caminhar nos próximos dias para a gente continuar”, disse.

“Agora é descansar, aproveitar minha esposa e filhos. Nunca tiveram tanto tempo comigo. Tirar um tempo para jantar com a família. Voltar forte”, completou.