Desabamento aconteceu em mineradora de Bodó, na região Seridó potiguar (Foto: Aildo Bernardo)

Os corpos dos dois mineradores mortos em um soterramento ocorrido na manhã da quinta-feira (22) durante o trabalho de extração de scheelita no município de Bodó, na região Seridó potiguar, enfim foram resgatados.

Eles foram retirados da mina por volta das 3h desta sexta (23) por militares do Corpo de Bombeiros. As equipes de resgate disseram que somente uma das rochas, a que estava sobre os corpos, tinha mais de 2 toneladas.

Os bombeiros também relataram que foi preciso fazer escoras para que não houvesse novos deslizamentos, o que dificultou e retardou ainda mais os trabalhos de resgate.

Investigação

A Polícia Civil já está trabalhando no caso do deslocamento de rochas, que ocorreu na mineradora de Bodó. Agentes estiveram no local para apuração do ocorrido.

Um Boletim de Ocorrência foi confeccionado narrando os fatos e constatando as duas mortes.

O delegado Rafael Garcia solicitou as perícias necessárias no local (como a de morte violenta) e instaurou um inquérito para apurar o fato.

Jonas Eleoterio e João Adelino foram atingidos pelo desmoronamento da mina em Bodó (Foto: Divulgação/Facebook)