O tumor já tomava 80% do seu abdômen, esmagando o intestino, rim e diafragma (Foto: © CEN / Hospital México)

Uma mulher de 57 anos, da Costa Rica, passou por uma longa operação para retirar um tumor de mais de 31 kg do ovário. Sonia Lopez adiava o procedimento por 8 anos, no entanto, foi forçada pelos médicos a se submeter a cirurgia porque o tumor já tomava 80% do seu abdômen, esmagando o intestino, rim e diafragma.

Além disso, ainda de acordo com os especialistas, ela poderia sofrer um ataque cardíaco devido à pressão que o tumor estava colocando nos órgãos. A cirurgia contou com a ajuda de cinco médicos. “Pelo que eu sentia hoje e pelo que eu sinto agora, parece que foi uma jornada do Sol até a Terra. Nasci de novo”, contou ao jornal Daily Mail.

Segundo o médico responsável pela operação, tumores gigantes são mais comuns em mulheres porque o corpo delas é feito para carregar uma quantidade maior de peso no abdômen do que os homens. A mulher se recuperou bem da operação e já recebeu alta.

Sonia Lopez adiou a cirurgia para retirada de um tumor por 8 anos (Foto: © CEN)