Relator da regulamentação da reforma tributária descarta votar em 45 dias

Por Agência Senado — O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, designou o senador Eduardo Braga (MDB-AM) para ser o relator da regulamentação da reforma tributária e anunciou que a proposta será debatida apenas na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) antes de ir para o Plenário. Os líderes partidários solicitaram ao líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), a retirada do pedido de urgência solicitado pelo presidente Lula no início do mês. Braga já descartou a votação do projeto em 45 dias. Entre os pontos aprovados pelos deputados estão a isenção para as carnes, a redução de tributos para medicamentos e o cash back ou devolução de tributos sobre água, luz e gás encanado pagos por famílias de baixa renda.