Mano Walter troca beijos com esposa, se arrisca como DJ e divide palco com cantor em show de 1 hora no São João 2024 de Campina Grande

Mano Walter no São João 2024 de Campina Grande — Foto: Erickson Nogueira/g1
Mano Walter no São João 2024 de Campina Grande — Foto: Erickson Nogueira/g1Mano Walter beija esposa no palco no São João 2024 de Campina Grande — Foto: Reprodução/Sua MúsicaFã de Mano Walter acompanha show ao lado da mãe no São João 2024 de Campina Grande — Foto: Erickson Nogueira/g1Banda Limão com Mel no São João 2024 de Campina Grande — Foto: Carol DiógenesTarcísio do Acordeon no São João 2024 de Campina Grande — Foto: Erickson Nogueira/g1Quadrilha junina Terra dos Fortes, de Taperoá, se apresentando no São João 2024 de Campina Grande — Foto: Erickson Nogueira/g1

Por g1 PB — O cantor Mano Walter começou o show no São João 2024 de Campina Grande perto da 0h desta segunda-feira (10), numa apresentação que durou cerca de uma hora, mas que teve direito a beijo na esposa no palco, Mano Walter se arriscando como DJ e ainda uma participação do cantor Edson Lima, da banda Limão com Mel.

Em um determinado momento do show, Mano Walter chamou a esposa, a influencer Débora Silva, para o palco, e enquanto cantava a música “A Linda das Mais Lindas”, beijou a esposa e levou o público ao delírio com o clima romântico do casal. Logo depois, Mano Walter se arriscou como DJ e fez um remix de algumas músicas que são hit nas redes sociais. E ainda teve tempo para dividir o palco com o cantor Edson Lima, da banda Limão com Mel – que fez o show no Parque do Povo antes de Mano Walter -, e os dois cantaram juntos a música “Longe de Você”.

O cantor levou um repertório com músicas do forró de vaquejada para o show no Parque do Povo. Músicas como “Balada de Vaqueiro”, “Juramento do Dedinho” e “O que houve”, esta última ele fez uma dedicação para a cantora Marília Mendonça, com quem gravou a música em 2016 e faleceu em 2022.

Na arena de shows, diversos fãs cantavam alto cada música do cantor. Mas um deles se destacava: João Amorim, de 15 anos, que mora em Campina Grande.

Acompanhando da mãe Luciana, João Amorim chegou cedo e ficou colado na grade que fica em frente ao palco do Parque do Povo. Ao g1, o adolescente explicou que é o terceiro show de Mano Walter que frequenta e estava ansioso para o show.

Ainda na noite de domingo, subiram ao palco as bandas Mexe Ville, que abriu a noite de apresentações, e em seguida Limão com Mel, que levou forró romântico aos forrozeiros do Parque do Povo, com músicas que fizeram sucesso na carreira da banda, como “De Janeiro a Janeiro”, “Toma Conta de Mim” e “Tentei te Esquecer”, e ainda cantaram músicas símbolo do forró.

O cantor Tarcísio do Acordeon subiu ao palco por volta das 1h30 desta segunda-feira (10) no Parque do Povo, após ter se apresentado no São João de Caruaru, em Pernambuco. Antes de subir ao palco, Tarcísio disse, em entrevista coletiva concedida à imprensa, reforçou seu vínculo com a Paraíba.

No palco, o cantor fez diversas apresentações com a sanfona e cantou músicas como “Literalmente”, “Isso é Vaquejada” e “Meia Noite”. Tarcísio também ressaltou a importância de inovar nas músicas sem perder as raízes do forró, homenageando grandes nomes da música nordestina, como Dominguinhos e Luiz Gonzaga.

O festival de quadrilhas juninas de Campina Grande começou a ter apresentações no final de semana, com juninas da etapa Agreste se apresentando na Pirâmide do Parque do Povo no sábado (8) e domingo (9). Dentre as apresentações, algumas juninas reforçaram as tradições e simpatias nordestinas através de representações em cenários e atuações.

A quadrilha “Paixão Junina” de Cuité, no Curimataú paraibano, apresentou no sábado o tema “Santo Antônio me enganou?”. Na arena da Pirâmide do PP, eles representaram uma vila nordestina e trouxeram a imagem de Santo Antônio e incluiu a encenação de colocar o santo de cabeça para baixo, uma prática popular para chamar sua atenção e obter ajuda para encontrar a alma gêmea.

No domingo, a junina Terra dos Fortes de Taperoá, no Cariri paraibano, apresentou o tema “Quanto mais sou nordestino, mais orgulho tenho de ser”. A narrativa contou a história de uma jovem que deixou Taperoá contra a vontade dos pais, num “pau de arara junino”, para encontrar seu amor no São João de Campina Grande.

Da etapa Agreste, a quadrilha junina campeã foi a Terra dos Fortes, de Taperoá. As três juninas mais bem colocadas da etapa – Terra dos Fortes, de Taperoá; Chamego Medonho, de Esperança; e Paixão Junina, de Cuité -, se classificaram para o concurso estadual que será realizado em João Pessoa, no Busto de Tamandaré, em 19 de junho.

Os shows no palco principal do Parque do Povo voltam a acontecer na terça-feira (11), com padre Nilson e Teto Fonseca, que se apresentam a partir das 19h. Durante a semana, entre segunda e sexta, o Parque do Povo abre às 17h. Os shows no palco cultural, nas ilhas de forró e na Pirâmide do Parque do Povo começam às 18h. A entrada é gratuita.